Pesquisar neste blog

terça-feira, 22 de maio de 2018

Como um filtro biológico funciona?

Olá

Hoje iremos ver como é o funcionamento de um filtro biológico para lagos de jardim.

Um filtro consiste basicamente em tirar do liquido a ser filtrado objetos e/ou substâncias indesejadas.

Pois bem, os filtros biológicos para lagos de jardim cumprem este papel de remover substâncias indesejadas da água de nosso lago a partir de múltiplos micro-organismos conhecidos como bactérias nitrificantes, recebem este nome pois transformam amônia (NH3) em nitrito (NO2) e depois em nitrato (NO3), proesso chamado de nitrificação, esse tipo de bactérias são aeróbicas (pois consomem oxigênio no seu ciclo).



A amônia (NH3) se origina nos lagos de jardim a partir das fezes e urina dos peixes, além dos processos de decomposição de folhas, animais e alimentos.

A amônia é altamente tóxica e deve ser removida rapidamente do lago, tarefa executada pelas bactérias nitrificantes, estas bactérias tem a característica de se alojarem mais facilmente e com maior intensidade em materiais plásticos e cerâmicos como argila expandida, porém existem elementos criados especificamente para este fim como bioglas e bio-balls que são muito mais eficientes na tarefa de fixação biológica. Sendo assim nosso filtro deverá necessariamente ter em sua composição elementos que sejam bons fixadores de bactérias. Os mais comuns encontrados no mercado são os bio-balls, bioglas e argila expandida, este ultimo tem o melhor custo beneficio, porém ocupa muito espaço e é aconselhável seu uso apenas quando a disponibilidade de espaço não é problema, tendo seu uso muito limitado em aquários por exemplo.

Em um lago de jardim geralmente nos deparamos também com muitos detritos inorgânicos como areia, pó, poeira, terra, além de elementos orgânicos como, folhas, raízes, galhos e etc. Geralmente estes materiais não tem tempo ou não tem como ser decompostos pela ação das bactérias e para que eles não fiquem acumulados no lago devem ser removidos, por este motivo nosso filtro terá que ter também um mecanismo de retirada destas partículas sólidas, normalmente são utilizadas mantas acrílicas ou espumas de densidades diversas, sendo que a manta acrílica é a mais comum e tem o melhor custo beneficio.

Por ultimo nosso filtro poderá ter também uma forma de retirar da água elementos químicos que não podem ser decompostos pelas bactérias e que possam vir a ser dispensados no lago em grande quantidade a ponto de que o nível desta substância ultrapasse o nível máximo aceitável. Este cenário pode ocorrer quando completamos a água do lago com água da torneira (água com cloro) em excesso ou quando por exemplo lavamos o carro ou o quintal perto do lago e um pouco de sabão ou detergente cai no lago. Nestas ocasiões especiais poderemos colocar em nosso filtro uma quantidade de carvão ativado que tem propriedade de remover substâncias químicas como cloro e cloramina (veja aqui um artigo sobre carvão ativado, seus tipos, vantagens e desvantagens)

Veja aqui os modelos de filtros biológicos disponíveis em nossa loja

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Economizar muito e ainda fazer um bom lago, é possível?

Sim, claro que é possível, mais é preciso tomar cuidado.

Nem sempre você precisa gastar rios de dinheiro para construir seu lago ornamental, ele pode ficar até bem barato se comparado a outros hobbys como ter um cachorro de raça ou mesmo montar um aquário.

Contudo, é preciso saber onde economizar para que (pode parecer meio clichê) o barato não acabe saindo caro.

1 - Filtro biológico

Um lugar onde se pode economizar muito tempo e dinheiro é na montagem do filtro biológico. Claro, nem sempre será possível ou viável montar o seu próprio filtro, tem certas ocasiões onde apenas um bom pressurizado vai bem (em escritório comercial por exemplo, ou ainda uma sala de espera de um consultório).

Já fizemos um post sobre como montar seu próprio filtro



Em outros casos vale a pena fazer algumas contas para saber qual solução é mais viável. Este é o caso da impermeabilização.

Aqui entramos em um mar de confeitos e técnicas construtivas que vão muito além do "eu acho que da certo". Pontos como o tempo de execução devem ser levados em conta, principalmente se você irá pagar alguém para fazer o serviço.

Na maioria dos casos, pondo na ponta do lápis, a impermeabilização com manta acaba saindo muito mais barato. O que ocorre é que a manta é um item só, então da a impressão de que é um item caro, mais se você somar todos os gastos para fazer um lago (um bom lago) de cimento (cimento, areia, ferragem, mão de obra de montagem impermeabilizante correto, tempos de cura, alterações do pH da água e etc), verá que assim fica muito mais caro, na maioria dos casos (vou fazer outro post sobre como fazer um bom lago de cimento).


Existem no mercado nacional, dezenas de marcas e modelos de bombas, algumas especificamente construídas para lagos ornamentais e outras improvisadas (gambiarra mesmo) para este fim.


Bombas destinadas ao uso em piscinas, spas, ofurôs, hidromassagem, poços, bomba sapo e etc., não são próprias para o uso continuo, ou seja, não podem ficar ligadas 24h por dia continuamente (como um lago exige). O uso desse tipo de bomba acarretará inúmeros problemas, o maior deles é o consumo de energia elétrica.

Estas bombas são projetadas para terem grande pressão, pois, sua utilização (passar por um filtro de areia, elevar a água a dezenas de metros de altura, sugar a água em grande profundidade e etc) depende dessa pressão para que o sistema funcione corretamente.

Em um lago ornamental não é necessário se ter esse tipo de pressão, na verdade a maioria dos equipamentos como UV's e venturis nem suportam tamanha pressão e isso até pode causar danos ao sistema mais enfim, essas bombas precisam gastar muita energia para conseguir entregar toda essa pressão, contudo, as suas vazões são bem reduzidas.

Uma bomba de piscina por exemplo tem, em média, a vazão de 10.000 litros por hora para cada CV (cavalo) de potência no motor. Levando em consideração que um CV equivale a aproximadamente 750W (apenas como exemplo, pois não iremos considerar o fator de potência da bomba), teremos a relação de 750W para cada 10m³ de vazão.

Uma bomba de lago, uma Orca 10000 por exemplo, que também entrega 10.000 litros por hora, consome apenas 135W, praticamente 5x menos gasto com energia elétrica.



Outros pontos como o desgaste de peças como, buchas, mancais, rolamentos, retentores, escovas e etc. que ocorreram com maior rapidez nas bombas, vamos chamar, convencionais, fará com que o custo de manutenção da bomba se torne infinitamente maior do que o de uma bomba especifica para este fim.

Claro, o custo inicial de uma bomba para lagos é maior, mais a economia ao passar do tempo compensa.

Essas diferenças de consumo ocorrem mesmo dentro das bombas classificadas especificamente para lagos ornamentais, existem grande variações entre marcas e modelos, é sempre bom ficar atento a esse detalhe, pois o consumo de energia pode ser bem grande, dai o barato acaba ficando caro.


O sistema de esterilização por UV é, corriqueiramente confundido com um tubo preto é uma lâmpada dentro. Pode até parecer, e realmente parece, mais não é apenas isso, existem muitos fatores que tornam um sistema UV funcional e durável. Esses "detalhes" geralmente (sempre) não são levados em consideração por algumas pessoas que compram e/ou montam seus esterilizadores UV em casa.


Detalhes como o espaçamento entre a lampada e o encapsulamento, uso de cristal de quartzo para que a água não resfrie a lâmpada, temperatura no interior do sistema e etc. fazem com que o sistema funcione perfeitamente ou não.

O não seguimento de alguns desses "detalhes" fará com que a lâmpada e o reator queimam com muita facilidade e as trocas acabam sendo constantes, além de que, nesses sistema o consumo de energia acaba sendo maior, pois, como o sistema perde eficiência, acaba-se utilizando uma lâmpada de potência bem maior para se conseguir o mesmo resultado.

Outra coisa que as pessoas acabam se esquecendo (ou nem sabem) é que a radiação ultra violeta agride o PVC, dessa forma o encapsulamento utilizado (quase sempre um tubo de PVC) acaba se degradando e se perde com o passar do tempo, tornando o sistema ainda mais caro, pois além das lampadas, será preciso trocar, de tempos em tempos, também o encapsulamento do sistema.

Sistemas industrializados, produzidos especificamente para o uso em lagos tem resistência a intempéries, afinal serão instalados em sua grande maioria, expostos a chuva e ao sol, além disso utilizam tubos de quartzo de alta transparência para proteger a lampada e dar maior eficiência, alguns tem revestimento interno de Inox e até mesmo ventuinha para impedir que a lampada esquente em demasia.


No fim das contas o barato acaba saindo caro e você fica com o pepino na mão.


Apesar de todo o preconceito e ceticismo ao redor das geomembranas, a sua utilização não é nenhuma novidade, nem mesmo no Brasil, impermeabilizações feitas na construção de Brasilia já utilizavam esta tecnologia.

Contudo, por desconhecimento e falta de preparo, muitos acabam optando pela construção dos lagos com o uso de concreto. Sim dá para fazer um lago funcional com concreto, na verdade, em lagos com tema formal é até mais aconselhável o uso de concreto mesmo, contudo, na grande maioria o uso de geomembranas é a melhor solução.

O uso de geomembrana barateia o custo de execução, pois, diminui o tempo de obra, geralmente alguns dias (menos de uma semana na maioria), coisa que não ocorre com o uso de concreto, onde só a cura do mesmo leva entre 14 e 28 dias (dependendo do tipo de cimento utilizado).

Além disso a instalação de geomembranas (de qualidade) trazem garantias do fabricante de até 20 anos (caso da Carlisle), coisa impensável quando se usa o sistema de concreto.


Isso sem contar nas improvisações com a utilização de lonas de caminhoneiro, lonas plásticas diversas, encerados e etc. que não terem a função de impermeabilização e duram apenas alguns meses, ou quando se tem muita sorte, alguns anos. Se comparado a sistema de EPDm que tem durabilidade de até 60 anos o custo a longo prazo (considerando que trocar a lona é algo extremamente complicado, pois tem que desmontar o lago todo, deixar os peixes em outro lugar, perder plantas, pedras, areia e etc.) fica muito mais caro quando se utiliza esses materiais inapropriados.

Enfim, pense bem ates de fazer sem lago, não é algo difícil, mais não se deixe enganar pela facilidade extrema, principalmente a financeira, não existem milagres neste mercado, então tome cuidado, o barato pode sair caro.


Se tiver mais dúvidas entre em contato com a Lagos & Cia, teremos o maior prazer em responder as suas questões.


sexta-feira, 2 de junho de 2017

Tela de proteção para lagos.... precisa disso?

Em muitas regiões do Brasil, os laguistas sofrem com um problema muito, digamos, interessante: perca de peixes por conta de outros animais.


Pode não ser um problema no seu lago, mais isso é muito mais comum do que parece. Muitos lagos ornamentais sofrem diariamente ataques de pássaros e répteis que, levam ou machucam os peixes que cuidamos com todo cuidado.







 Cada região do país tem suas particularidades, mais em geral pássaros como bem-ti-vi, falcões e gaviões, garças, martim pescador costumam "pescar" peixes ornamentais que, em sua grande maioria estão totalmente vulneráreis, em lagos de água cristalina, totalmente visíveis e, além de tudo, extremamente coloridos, chamando ainda mais a atenção dos pássaros.






Além dos pássaros, em alguns lugares temos também problemas com lagartos, cobras, tartarugas e répteis em geral, enfim, este problema aflige muitos laguista no pais inteiro.

Mais existe uma solução, a cobertura do lago com tela especifica, torna o lago mais seguro e, em grande medida não atrapalha a estética do sistema (desde que bem instalada).
É uma material muito barato e fácil de usar que não prejudica nem o lago, nem mesmo os pássaros e répteis que por ventura tentem "pescar" seus belos exemplares.

É importante tomar atitudes que não prejudiquem também os pássaros.

A Lagos & Cia tem a pronta entrega a tela de proteção para lagos ornamentais da Cubos, venha conferir - Tela de Proteção Cubos

Acho que é isso por hoje pessoal, até o próximo post.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Pedras naturais ou artificiais? Qual utilizar?

Você pode até não estar em dúvida agora, mais nos próximos anos esta será a principal decisão que um "laguista" terá que tomar.

Não é nenhuma surpresa para ninguém (espero) que as pedras naturais vão acabar um dia, bom na verdade não é bem assim, as pedras existiram por toda a eternidade, porém, elas não estarão mais disponíveis na superfície ou próxima dela para que possamos pegar com facilidade. Outra ponto é que não podemos acabar com a beleza e a estrutura de moradia de dezenas de milhares de espécies do planeta apenas para tornar nossos jardins e lagos mais bonitos.

 Detalhe de uma lago com pedras naturais

Em um futuro bem próximo a retirada de pedras para venda será totalmente proibida ou controlada (parte já é, e provavelmente a grande maioria das pedras que se encontram por ai são ilegais), fazendo com que a quantidade de empresas que extraem rochas diminuirão drasticamente e, as que continuarem, serão obrigadas a emitir certificado de procedência das unidades vendidas.

Neste futuro a compra de pedras artificiais será muito mais simples e provavelmente, também mais barata, tornando-se uma opção muito mais viável.

Detalhe de um lago com pedras artificiais

Então, como escolher a melhor solução agora que ainda encontramos pedras naturais para vender?

Bom, pensando pelo lado financeiro, é melhor ainda comprar as pedras naturais, porém sabemos que não é apenas isso que conta. Vendo de outra forma podemos perceber que a compra de pedras artificiais é, já hoje em dia, uma escolha muito mais viável.

Além de ajudar a natureza e o planeta, as pedra artificiais são mais leves e fáceis de manusear, atualmente são duráveis e tão belas quanto as naturais. Outro ponto é que na grande maioria das fabricas de pedras artificiais, pode-se escolher como elas serão, ou seja, você pode adaptar a pedra ao seu lago e não precisará mais adaptar seu lagos as pedras disponíveis.

Outro ponto é que, quanto mais pessoas utilizando pedras artificiais,  mais rapidamente a sua utilização se tornará mais comum, fazendo assim com que os preços destas pedras diminuam drasticamente por conta do volume fabricado, e também pelo aumento da concorrência, afinal, mais empresas apareceram para fabricar estas pedras.

Enfim, pedras artificiais são uma boa escolha, mesmo hoje em dia, porém as pedras naturais ainda são uma realidade , talvez a melhor solução seja fazer uma mescla das duas, conforme a necessidade.


Bom lagos para todos vocês e até a próxima!

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Ração a granel não é legal

Diga não a venda de ração a Granel.

Rações a granel são muitos comuns no mercado nacional, porém, esta prática, além de ilegal, pode ser extremamente prejudicial para seu Pet, venha com a gente e entenda melhor porque?

Não é de hoje, que boa parte das pessoas sabem: venda de ração a granel não é uma boa ideia. Várias matérias e artigos já foram escritos sobre isso (e listaremos alguns abaixo), mais o fato é que, ração (qualquer outro produto) vendida a granel, trás muitos riscos ao seu bolso e a saúde do seu animal.

1º - Embalagem

Toda empresa tem o dever legal de expor de forma clara e de fácil entendimento, dados importantes sobre o produto vendido, informações essas que, no caso de rações, são de total importância para se efetuar uma boa compra. Listamos os principais abaixo.
  • Data de fabricação e validade (além do lote)
  • Informações nutricionais
  • Formulação do produto (ingredientes)
  • Níveis de garantia de sues nutrientes e vitaminas
  • Dosagem
  • Recomendações sobre o uso (raça, tamanho, idade e etc.)
  • Recomendações sobre estocagem
Não preciso nem dizer que quando você compra uma ração a granel, você ja perde, de cara, todas as informações acima. (Saiba mais em http://www.abre.org.br/setor/legislacao/rotulagem-de-embalagem/)

2º - Prazo de validade

Além de não ter como saber qual é o prazo de validade de um produto comprado a granel, o que, por si só já é péssimo, e lembrando que o prazo de validade é informado pelo fabricante com base no produto lacrado, os fabricantes também informam, nas embalagens, qual é o prazo para consumo do produto depois de aberto.
Detalhe conservação - Ração Golden
Detalhe das observações de conservação em um saco de ração Golden
Agora me diga, como saber quando o saco foi aberto pelo revendedor para, então saber, em quanto tempo você precisa consumir esta ração? Alias, o produto esta mesmo dentro do prazo de validade?

3º - Nutrientes

Não é a toa que os fabricantes indicam prazos de validade e prazos para consumo do produto em suas embalagens. Produtos como rações (alimentos em geral) perdem parte, ou a totalidade, de seus nutrientes quando expostos por muito tempo ao meio ambiente. Fatores como calor, contato com o ar, umidade e até mesmo a luz, faz com que boa parte deles se degradem, modificando as características nutritivas e até mesmo físicas no produto. Ou seja, você corre o risco de dar ao seu Pet, uma massa sem o valor nutricional que espera.

4º - Aparência, sabor e odor

Rações em geral, tem características que fazem com que o animal se interesse em comer aquilo (afinal, nenhuma ração se parece nem um pouco com um belo bife), sabor e odor são as principais delas, produtos fora da embalagem original, perdem facilmente estas características, fazendo com que o animal perca o interessa no alimento.

5º - Parasitas, pragas e doenças

Qual bom rato não adoraria comer um belo punhado de ração fresquinha todos os dias? Quantas baratas podem ser atraídas por uma ração bem cheirosa? Pois é, pragas urbanas adoram se alimentar de rações de animais domésticos, muito sabor, odor agradável e disponibilidade farta em sacos e potes abertos (não lacrados) durante a madrugada, são um prato bem chamativo para esses animaizinhos.
Ratinho em um saco de ração vendida a granel
Ta uma delicia isso aqui!!!
Essas pragas urbanas, podem infectar a ração que você compra a granel com diversas doenças, fungos, parasitas e todo tipo de coisa indesejável para um Pet comer, inclusive veneno, afinal, quem vende ração a granel precisa dar um jeito de se livrar desses bichinhos.
Veneno de rato no meio das rações agranel
Veneno de rato no meio dos potes de ração a granel, os roedores podem passar por cima do veneno e levar partes deles em suas patas e pelos até as ração que você compra.
6º - Preço

Pode parecer muito mais cômodo e vantajoso comprar ração a granel, porém, não é. Uma grande certeza que todo criador de Pet's tem é que ele vai precisar comprar ração sempre, então porque não pagar menos comprando sacos maiores? Quem vende ração a Granel visa única e exclusivamente o aumento do lucro na venda deste produto, afinal eles compram um pacote bem grande e vendem fracionado, todos sabemos que tanto maior o saco, menor e o preço do produto, enfim, porque não deixar com você o lucro de comprar um saco de ração maior? Mais o saco grande vai durar muito tempo e você não quer estocar, pois se não o produto estraga? Bem o cara que vende a granel esta fazendo isso por você, mais apesar disso, existem soluções de embalagens a vacuo ou mesmo contêineres para armazenagem de ração que evitam este problema.

Veja um exemplo:
https://lagosecia.com.br/produtos/pet-s-cia/997-container-para-racao-com-capacidade-de-ate-45kg-com-comedouro-furacao-pet.html

7º - Reclamar pra quem?

Todos os fabricantes de rações tem SAC's (serviços de atendimento ao cliente) e, boa parte deles, ainda tem políticas de troca de ração, ou devolução do dinheiro caso seu cachorro não coma a ração, mais para isso, você precisa ter a embalagem do produto e, grande parte da ração ainda dentro dela, além de que, ela precisa estar dentro do prazo de validade. Além de que, caso a ração de alguma reação em seu cão, ou ela apresente algum outro problema, como por exemplo brocas e bicheira, pra quem você poderá reclamar?

Em resumo, comprar ração a granel, além de caro pode ser uma grande roubada!

Links relevantes
http://www.tramaweb.com.br/press-release/11661/cinco-motivos-para-nao-comprar-racao-a-granel.aspx
http://vivaiona.blogspot.com.br/2014/01/por-que-nao-comprar-racao-granel.html
http://www.gazetaonline.com.br/_conteudo/2014/11/cbn_vitoria/comentaristas/tatiana_sacchi/1484737-racao-a-granel-um-risco-para-a-saude-dos-pets.html

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Temporizador manual para torneiras

Todo mundo que tem lago ornamental ou aquário, com certeza já encheu, ou conhece quem encheu o lago com água da rua e esqueceu a mangueira ligada por muito tempo. Pois é, é bem mais comum do que se imagina.
Porém isso não precisa mais acontecer. Com o temporizador manual de fluxo, você programa quanto tempo que a torneira tem que ficar ligada e, ela desliga sozinha quando o tempo acabar, sem riscos de esquecer a torneira ligada e acabar com os peixes por excesso de cloro.
É simples e fácil de instalar e usar, basta rosquear na mangueira e girar a chave até o tempo desejado

Ficou interessado, então corre para nossa loja e compre já o seu!!! - Temporizador Amanco

terça-feira, 12 de julho de 2016

Veja um conjunto de filtragem por gravidade e UV em funcionamento

Olá pessoal.

Hoje vamos mostrar como o filtro fabricado pela Lagos & Cia (Neste caso um BioPlus 1000), em conjunto com uma UV de 9W da Cubos e uma bomba Cubos Jato 2500, agiu sobre uma piscina de 400 litros totalmente verde.

A Piscina tem 8 peixes, sendo 5 carpas e 3 Kinguios, dentre eles um telescópio.

O Tanque trabalhou cerca de 2 meses sem nenhum tipo de filtragem, apenas com bombeamento para dar oxigenação.

O sistema de filtragem foi instalado na sexta-feira dia 08/07, por volta das 11:00h da manhã.

Fizemos filmagens na sexta-feira, no sábado, pulamos o domingo e gravamos novamente na segunda-feira e nesta terça-feira dia 12/07.

A mudança nas cristalinidade da água é evidente e surpreendente.

Claro, temos que falar que o sistema foi superdimensionado, visto que a piscina tem apenas 400 litros de água e a UV é para 2000 litros e o filtro para 1000 litros.

Contudo vale ressaltar que, em um caso de dimensionamento adequado, o tempo para cristalinização da água iria com certeza ser mais demorado, porém, ele seria alcançado com certeza.

Abaixo os links dos produtos utilizados.

Bomba

Filtro biológico

Esterilizador UV


terça-feira, 14 de junho de 2016

Tudo o que você precisa saber sobre rações para peixes de lagos ornamentais

Olá pessoal.

Saiu o primeiro vídeo da serie que estamos fazendo para tirar dúvidas enviadas por clientes...

Vejam este e não percam os próximos...


Precisa de ração para os peixes do seu lago? A Lagos & Cia trabalha com as melhores marcas do mercado, temos Tetra, Sera, Tropical, Cubos, Poytara, Nutricon e Alcon, venha conferir.


terça-feira, 7 de junho de 2016

O que você gostaria de saber sobre lagos ornamentais?

Olá pessoal.

Qual é a sua maior dúvida sobre lagos ornamentais? Aquela pergunta que ninguém nunca conseguiu responder de forma precisa?

Irei fazer uma série de vídeos sobre lagos ornamentais e gostaria que vocês deixassem registrado aqui, quais as suas maiores dúvidas sobre como montar e manter um lago ornamental.

Ah, não se esquece se acompanhar o blog ou se inscrever no canal para receber as respostas....


terça-feira, 24 de maio de 2016

Por que lagos não precisam ter ralos ou ladrões?


Muitas pessoas tem a ideia de colocar um cano ou ralo no fundo do lago, para pegar água no fundo, e acham que isso fará com que a água carregue com ela a sujeira que afunda, assim deixando o lago mais limpo.

Acontece que (principalmente num lago grande) isso não acontece. A sujeira que afunda, gruda lá no fundo e não sai de lá, a menos que você retire ela mecanicamente.
Um exemplo que costumo usar: Um carro cheio de pó na lataria, você vai lá e joga água nele todo (sem usar maquinas de pressão). Quando o carro seca a sujeira continua toda lá (talvez até pior), ou seja, se você não esfregar o carro a sujeira não sai.
Ou seja, o tubo ficando lá no fundo não vai fazer a sujeira sair de lá. Além de isso não ajudar o lago ainda atrapalha... vou explicar
Um lago precisa de movimentação de água correto? Essa movimentação da água serve, basicamente para:
1 - Dar oxigenação, pois, a movimentação da superfície aumenta muito a área de contato da água com o meio ambiente e, assim, aumenta a quantidade de trocas gasosas, aumentando a oxigenação da água.
2 - A movimentação também, tem o papel de fazer com que todo a água de todo o lago, mais cedo ou mais tarde, passe pelo filtro. Esse movimento, continuo e direcionado (bombas de um lado, saídas de outro) faz com que a corrente de água, carregue a sujeira, o máximo possível, antes de afundar e, assim, conseguir que o máximo de sujeira possível vá até o filtro.
Pois bem, sabendo disso vamos pensar no comportamento da água.
Geralmente (quase sempre na verdade) ela volta para o lago de fora para dentro (caindo), isso é bom e necessário pois movimenta a superfície, mas, faz com que o fluxo de água aponte para o fundo do lago.
Se a coleta de água é também no fundo do lago, a corrente de água tende a permanecer no fundo, ou seja, a "corrente de sujeira" é carregada pelo fundo, diminuindo a distancia que ela precisa percorrer até afundar (afinal ela já esta lá no fundo mesmo) e depois que ela afunda amigo, como já vimos acima, não sai mais de lá a menos que seja mecanicamente movimentada (o que é bem difícil principalmente em lagos grandes).
Além disso, com a água corrente, majoritariamente pelo fundo, teremos uma condição de pouca movimentação nas camadas superiores de água e, sabemos que é lá que a água é oxigenada, ou seja, oxigenamos pior a água.
Sem contar que, passando pelo fundo, apenas uma pequena parcela da água vai ser movimentada, assim a tendência de decantação, que já é grande neste sistema, fica ainda maior.
Ou seja, no final das contas o que as pessoas fazem para tirar o lodo do fundo, só vai fazer com que você tenha ainda mais lodo.
Outra ideia que as pessoas tem é de que um lago, quando chove, a água transborda freneticamente e que por causa disso o lago precisa de um ladrão para fazer com que o lago não transborde.
Bom, o lago vai realmente transbordar quando chover bastante, porém, a quantidade de água que vai sair do lago, além de não ser grande, vai estar distribuída por todo o perímetro do lago, ou seja, é incapaz de criar uma corrente de água que possa carregar um peixe ou qualquer outra coisa.
Ou seja, ladrão em lagos é totalmente desnecessário.

www.lagosecia.com.br